segunda-feira, 2 de julho de 2007

Bifrost – A ponte para o mundo dos deuses

Foto: Skógafoss, Islândia
© Sabedoria Perene


O texto apresentado é uma tradução livre de um trecho do livro “The World of the Viking Gods”, escrito pelo Dr. Njörður P. Njarðvík, que lecciona sobre literatura islandesa (designadamente, os Edda) e escrita criativa na University of Iceland. O autor visa, nesta publicação, colmatar o elo perdido entre o presente e as tradições e mitologia nórdica.

Pode ser difícil, para alguém vivendo na era moderna, encontrar a ponte para o mundo dos deuses e, por conseguinte, para a visão que os Nórdicos do início da Idade Média tinham do mundo, antes da chegada do Cristianismo. O próprio conteúdo dos mitos revela dificuldades para encontrar esta ponte. Esta ponte chama-se Bifrost e só é visível ao homem quando o sol brilha através da chuva – e, por essa razão, por vezes é chamada de arco-íris. Todos sabem o quão difícil é encontrar o fim do arco-íris e, portanto, o início da ponte orientada para o mundo dos deuses.

Para além de separar a terra do céu, a ponte vence um abismo temporal ainda maior e foi raramente atravessada nos últimos mil anos. Logo, é extremamente difícil penetrar o seu significado. Para que se consiga recuperar a sua realidade última é fundamental esquecer o apreendido e, só depois, redescobrir um conhecimento e uma forma de entendimento da vida esquecidos.

A cultura e as atitudes do mundo ocidental estão relacionadas com uma visão Cristã, por ambos crentes e não-crentes, e existe a ideia intricada de um Deus todo poderoso, a par com o conceito da Criação. É necessário um grande esforço de abstracção destas ideias e, por momentos, penetrar a realidade de um padrão de pensamento completamente diferente.

6 comentários:

  1. António7/7/07 21:27

    Reconheci essa imagem de um dos momentos em que pudemos sentir a magia do inimaginável... a circunferencia iris! Será que faz parte da mitologia nórdica?!

    ResponderEliminar
  2. Meu grande amigo,

    Esta imagem transporta-nos mesmo para esse momento único, mágico e inesquecível que partilhámos!
    É uma feliz coincidência, se é que elas existem, que no último texto que aqui publiquei Schuon se refira ao arco-íris, confirmando a sua grande força simbólica de União entre o Céu e a Terra.
    É apenas um devaneio meu, mas poderá essa portentosa visão do arco-íris a fechar à nossa frente e à medida que dele nos aproximávamos, ser uma dádiva, um fugaz relance dessa União?

    Um grande abraço,

    Miguel

    ResponderEliminar
  3. Perante a beleza da foto quase me atrevo afirmar ter a certeza, de que toda a beleza tem como finalidade aproximar-nos do sagrado e da espiritualidade é ela que nos lembra toda a grandeza do ser humano da sua interligação com o todo e nos lembra aquela pequena centelha divina que Habita o coração de todos os homens.
    Não consigo de todo expressar toda a satisfação que me tem dado ler o vosso blog, apenas um profundo sentimento de gratidão à vida por isto
    mais tarde com mais tempo tentarei escrever algo mais
    parabens e um grade abraço
    custodio conceição

    ResponderEliminar
  4. «Quando o arco-íris estiver nas nuvens, Eu vê-lo-ei e lembrar-Me-ei da aliança eterna: aliança de Deus com todos os seres vivos, com tudo o que vive sobre a terra»

    (Gn 9,16)

    Estas, as palavras de Deus a Noé, após o Dilúvio.

    Com efeito, na tradição judaico-cristã, o arco-íris é o sinal da primeira aliança entre Deus e a Terra. A sua forma circular é símbolo do Todo e as suas cores, ao revelarem a luz, evocam a luz espiritual dessa aliança eterna...

    ResponderEliminar
  5. na verdade é simples: se não for montagem, é só uma pequena amostra do poder divino. arco-iris é apenas uma lembrança de Deus para os humanos lembrarem da promessa que ele fez: "Sim,deveras estabeleço o meu pacto convosco: Não mais será toda a carne decepada pelas águas dum dilúvio e não mais virá a haver dilúvio para arruinar a terra...este é o sinal do pacto que dou entre mim e vós, e toda a alma vivente que está convosco, PARA AS GERAÇÕES POR TEMPO INDEFINIDO. DOU deveras o MEU arco-íris na nuvem, e ele terá de servir de sinal do pacto entre mim e a terra. E acontecerá que, quando eu trouxer uma nuvemsobre a terra,então é que aparecerá um arco-íris na nuvem. E hei de lembrar-me do meu pacto entre mim e vós..." Gênesis 9:1-16.

    bom depois da chuva ele sempre aparece nunca vi falhar. e a lembrança Dele.

    ResponderEliminar
  6. quem sober mais coisa entre em contato comigo msn samuelmariano9@hotmail.com ou lige 1981803388

    ResponderEliminar